Aborto – Uma questão ética

19 ago

bebe_ventreAborto – Uma questão ética.

Sou cristão, mas quero me posicionar contra o aborto, usando argumentos éticos e filosóficos. Primeiro, gostaria de estabelecer a seguinte questão: Quando é que podemos considerar que a vida de alguém começa? No momento da fecundação? No nascimento? Com a tomada da consciência de si mesmo?

Para responder esta pergunta, vou usar de um triste episódio que vivi. Alguns anos atrás, uma de minhas irmãs estava grávida, por volta dos três meses de gravidez ela passou mal, corrermos para a emergência e depois de alguns exames o médico nos deu a triste notícia: a criança estava morta, o coração não batia mais.

Se o batimento cardíaco do feto é um sinal de vida, podemos usar este parâmetro para dizer que uma vida está presente ali e deve ser protegida. Sei que outros parâmetros deverão ser acrescentados, tal como a formação cerebral. Mas não se pode negar que ali tem uma vida humana.

Outra questão que devemos responder é: Toda vida humana deve ser protegida? Há pessoas que argumentam que o aborto seria uma solução para diminuir o número de criminosos nas ruas e de crianças nos sinais de trânsito. Será?

criancas_todas_raçasA vida humana é algo que tem valor em si e não precisa de nada mais para se estabelecer. Só os tolos é que acreditam que a vida de um rico vale mais do que a vida de um pobre ou que a vida de uma criança que tem casa vale mais do que a vida de uma criança que mora nas ruas. As constituições de todos os povos declaram isto:  que todos os homens são iguais.

Por isso, penso que o aborto seja algo errado, pois ele é um atentado contra a vida humana, que está presente, mesmo que o corpo esteja se formando, pois se pensarmos que uma vida só é vida quando tem o corpo formado, então alguém com alguma deficiência física seria menos humano que o outro que não é ? Que tolice!

A vida começa no instante em que a fecundação é realizada e o coração já começa a bater. A partir deste momento, qualquer procedimento feito para destruir esta vida, deveria ser considerado como crime.

Creio que os argumentos acima podem ser defendidos por qualquer pessoa, seja um ateu, cristão, agnóstico, pois são argumentos que se baseiam em fundamentos éticos. A mídia quer passar a ideia que a luta contra o aborto é algo dos cristãos, mas se enganam. Todas as pessoas que são a favor da vida, não podem ficar de fora desta batalha.

Paz à todos,

Pr.Josenildo Santos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 51 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: